Voltar

27 de Outubro 2020

Videojogos para informar

Para ajudar doentes com cancro – crianças e adultos - a compreenderem melhor a sua doença, Hernâni Zão Oliveira criou o projeto Serious Games for Health. Conferência com transmissão online, dia 17 de novembro.

O próximo «Encontros de Investigação» está marcado para o dia 17 de novembro, às 12h30, no anfiteatro do Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa) e também será transmitida online.

O convidado deste mês é Hernâni Zão Oliveira, um jovem empreendedor que também é co-coordenador do Laboratório de Criação para a Literacia em Saúde (LACLIS) da Universidade do Porto e um dos criadores da startup BRIGHT e do projeto Serious Games for Health, que aposta no desenvolvimento de videojogos para capacitar os doentes para uma melhor gestão da sua doença oncológica.

 

Foi com base nesta ideia que Hernâni Zão Oliveira e os seus colegas investigadores criaram o HOPE, um videojogo interativo para smartphones e tablets que tem como finalidade ajudar crianças com cancro a compreenderem assuntos relacionados com a sua doença. Este e outros projetos já foram premiados no país e no estrangeiro.

 

Na conferência «Empowerment, Literacia e Cocriação em Oncologia», organizada pela Unidade de Investigação em Enfermagem do Centro de Investigação do IPO Lisboa, Hernâni Zão Oliveira vem falar daquele e de outro projeto na área do cancro da mama.

 

«Na área da oncologia, o nível de conhecimento que um doente detém sobre a sua doença pode influenciar a sua gestão e modificar perceções erradas, melhorando a sua autonomia. Nesta palestra serão apresentados dois projetos de capacitação desenvolvidos para auxiliar dois públicos-alvo distintos: um, destinado à oncologia pediátrica, tem como principal tecnologia um videojogo capaz de aumentar a atividade física e diminuir a ansiedade em crianças com doença oncológica. O segundo, na área do cancro da mama, recorre a infografias de espaços reais para replicar o percurso terapêutico da mulher, desmistificar a linguagem médica e aumentar a capacitação das doentes após a cirurgia», afirma Hernâni Zão Oliveira.

A entrada na conferência é livre, com inscrição obrigatória e assistência presencial limitada à lotação do anfiteatro e prioridade aos colaboradores do Instituto. Mas quem tiver interesse pode sempre assistir online. Clique aqui.

    Faça aqui a sua inscrição*
    Nota*: os dados a enviar são confidenciais e destinam-se exclusivamente à identificação do exponente.

    Utilizamos cookies para garantir que tem a melhor experiência no nosso site.

    Se continuar a usar este site, assumiremos que está de acordo com a utilização de cookies