Voltar

28 de Dezembro 2020

Prémio para enfermeiros da Cirurgia Geral

​Enfermeiros do Serviço de Cirurgia Geral do IPO Lisboa veem trabalho com doentes submetidos a esofagectomia reconhecido. Ganham os profissionais e ganham os doentes.

“Contributo do enfermeiro no protocolo perioperatório para doentes submetidos a esofagectomia – ERAS”. Foi este o título da comunicação que conquistou o 1.º Prémio de Boas Práticas Clínicas da 13.ª Conferência Nacional de Enfermagem Oncológica, que decorreu em Lisboa, entre 10 e 12 de dezembro.

Os laureados no evento organizado pela Associação de Enfermagem Oncológica Portuguesa são os enfermeiros Marisa Costa, Sara Robalo,Tatiana Silva e Rui Pegado, na foto acompanhados pelo enfermeiro gestor Miguel Fausto, do Serviço de Cirurgia Geral do Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa).

O referido protocolo foi implementado no Serviço de Cirurgia Geral do IPO Lisboa em 2019 e visa «otimizar a performance dos doentes submetidos a esofagectomia no decorrer do perioperatório, capacitar para a sua máxima autonomia, prevenir complicações respiratórias e promover a sua adaptação às alterações provocadas pela cirurgia.»

Segundo os enfermeiros premiados, «esta abordagem, só possível com uma equipa multiprofissional dedicada, permite obter vários ganhos em saúde, nomeadamente redução do tempo de internamento, diminuição do recurso a antibioterapia por infeção respiratória, maior acessibilidade do doente a cuidados de enfermagem atempados e deteção e referenciação precoce de situações de risco.»

O prémio é para os profissionais, mas quem mais ganha são os doentes.

Utilizamos cookies para garantir que tem a melhor experiência no nosso site.

Se continuar a usar este site, assumiremos que está de acordo com a utilização de cookies