Voltar

11 de Outubro 2023

Pedalar contra o cancro

O ciclismo sempre fez parte da vida de Micael Ferreira e não foi a doença que o fez desistir. Foi nesta ‘paixão’ que também encontrou um motivo para ajudar o IPO Lisboa.

‘Cycling to Cure Cancer’, projeto de Micael Ferreira, doente do IPO Lisboa, tem uma vertente solidária. E, nesse âmbito, o jovem de 29 anos entregou recentemente ao serviço de Hematologia, onde é acompanhado desde o ano passado, um donativo de 350€. O valor destinou-se à aquisição de balanças, uma ferramenta essencial no dia-a-dia daquele serviço.

“O IPO Lisboa tem um papel importante na minha vida e na da minha irmã, que também teve uma doença oncológica em criança e foi aqui tratada. Conseguir ajudar esta ‘casa’ é um gesto de agradecimento por tudo o que fizeram por nós”, afirma Micael Ferreira.

“Encontrei sempre um lado positivo em tudo o que me estava a acontecer. A minha maior frustração, quando estava doente, era não poder andar de bicicleta e, por isso, juntei a vontade de viver com a paixão pela atividade física”, foram estas as palavras do Micael quando começou a falar do seu projeto. A página ‘Cycling to Cure Cancer’, na rede social Instagram, foi o ponto de partida: um ‘diário’ para contar a sua história e os seus progressos na recuperação de um Linfoma de Hodgkin.

Ao projeto juntaram-se ‘velhos’ e ‘novos’ amigos que o ajudaram a desenvolver pequenas ações solidárias – venda de merchandising alusiva ao tema (t-shirts, chapéus e bidons de ciclismo) – e o incentivaram a participar na prova de ultradistância Transpyrenees 2023 – uma prova nos Pirenéus, com um percurso de 1050 km, no qual toda a gestão tem de ser feita pelo próprio participante – que decorreu no passado mês de junho.

“Trata o cancro com amor e ele vai-se embora com amor” é o lema deste doente que promete não desistir e continuar a pedalar.