Voltar

20 de Outubro 2020

Projeto solidário com receitas para IPO

​Da viagem de quatro fotógrafos a Pripyat, a cidade mais próxima das centrais nucleares de Chernobyl, nasceu uma exposição fotográfica e um livro com receita para o IPO Lisboa.

“11.977, para que a esperança ganhe cor”​. Foi o nome da exposição e do livro de fotografia que narra a história de uma explosão e de como a natureza procura sobreviver num local sombrio. Da objetiva de quatro fotógrafos resultou um projeto solidário, cuja receita (1400€) reverteu para o IPO Lisboa, que adquiriu uma câmara de filmar (com o apoio da Colorfoto).

António Matos, Francisco Mendes, Frederico Carvalhal e Miguel Duarte são os autores do livro e das fotografias. Visitaram e fotografaram o local 11.977 dias depois do trágico acidente de Chernobyl.

Ao exporem algumas das imagens dessa viagem e doarem a verba angariada com a venda do livro quiseram “homenagear o Instituto e os seus profissionais, reconhecendo a qualidade e humanidade dos cuidados assistenciais prestados aos doentes oncológicos, em Portugal”. ​

Utilizamos cookies para garantir que tem a melhor experiência no nosso site.

Se continuar a usar este site, assumiremos que está de acordo com a utilização de cookies