Back

02 de Maio 2018

Agenda Solidária angaria 46 mil euros para IPO Lisboa

A verba vai ser aplicada na nova Unidade Transplante de Medula. Projeto vai ter continuidade: no final do ano será lançada a Agenda Solidária IPO 2019.

Com a venda da Agenda Solidária IPO 2018, o Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa) angariou 46.286,30€, que vão ser aplicados na nova Unidade de Transplante de Medula, cujas obras já estão em curso.

 

Os resultados alcançados com a venda da Agenda Solidária IPO 2018 superaram os objetivos previstos. Além das receitas angariadas, importantes para o investimento na melhoria das condições de conforto de doentes e familiares, a Agenda teve grande impacto junto do público e da sociedade, sendo de destacar a grande mobilização de autarquias e empresas que quiseram aproveitar esta oportunidade para se juntar ao IPO através da aquisição de vários exemplares, reconhecendo o valor do trabalho desenvolvido no Instituto.

 

A Agenda Solidária IPO 2018 teve uma tiragem de 18 mil exemplares e contou com a colaboração graciosa de 12 figuras públicas que escreveram uma história original sobre «uma primeira vez» que tenha feito a diferença no seu percurso de vida e na sua entrega aos outros.

 

Ofereceram generosamente o seu contributo a este projeto o professor Guilherme d’ Oliveira Martins, a cientista Maria Manuel Mota, frei Fernando Ventura, os jornalistas Clara Ferreira Alves e Rodrigo Guedes de Carvalho, a poetisa Maria Teresa Horta, a atriz Rita Blanco, a apresentadora Fátima Lopes, o futebolista Rui Patrício, o humorista Bruno Nogueira, a escritora Patrícia Reis e o músico Zé Pedro, que escreveu aqui o seu último texto público. As ilustrações, bem como a conceção da capa, tiveram a marca e a assinatura de Carla Nazareth.

 

A Agenda Solidária IPO 2018 teve o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República.

Agenda solidária 2019 a caminho

Com os resultados obtidos, a enorme adesão de doentes, público e parceiros, o IPO Lisboa reconhece o valor social desta iniciativa e decidiu dar-lhe continuidade. No final do ano lançará o seu terceiro projeto solidário: a Agenda Solidária IPO 2019 já está a caminho.

 

Alguns dados sobre a Unidade de Transplante de Medula do IPO Lisboa.

 

A Unidade de Transplante de Medula (UTM) do Instituto Português de Oncologia de Lisboa foi a primeira a ser criada no País, em 1987.

 

É um centro altamente diferenciado e especializado na colheita e transplantação de células da medula, o único procedimento que permite tratar pessoas com determinado tipo de leucemias e outras doenças graves do sangue e do sistema imunitário.

 

O IPO de Lisboa e a UTM querem continuar a manter-se na vanguarda da atividade médica, científica e assistencial, salvaguardando a capacidade para responder em tempo útil às necessidades dos doentes que precisam de ser transplantados.

 

Para isso, estamos a construir uma nova e ampliada UTM, com 12 quartos de isolamento, com os mais altos níveis de segurança e conforto para doentes e familiares e as melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde.

 

Ao longo destes 30 anos, o IPO Lisboa foi pioneiro em todos os aspetos de transplantação de células hematopoiéticas e realizou cerca de dois mil transplantes.

 

A nova UTM do IPO Lisboa custará um milhão de euros. As receitas da Agenda Solidária IPO 2018 revertem na íntegra para a nova UTM.