Voltar

26 de Abril 2021

ERP Portugal doa equipamentos ao IPO

​A ERP Portugal fez um donativo ao IPO Lisboa para aquisição de equipamentos que reforçam a segurança dos doentes que fazem transfusões de componentes sanguíneos.

No âmbito da campanha “Todos pelo IPO”, a ERP Portugal fez um donativo para a aquisição de 40 PDA (Personal Digital Assistant) ao Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa).

 

O donativo resulta da parceria entre o IPO Lisboa e a ERP Portugal, entidade gestora de resíduos elétricos e eletrónicos e pilhas usadas, que se associou pela primeira vez ao Instituto no ano de 2020, uma iniciativa renovada para o ano 2021 e que continua a desafiar os portugueses a participarem na reciclagem dos seus resíduos, ajudando simultaneamente o IPO a cumprir a sua missão.

 

Em reunião simbólica realizada via Teams, Sandra Gaspar e Júlio Pedro, vogais executivos do Conselho de Administração do IPO Lisboa, agradeceram a todos os que contribuíram colocando pilhas usadas e pequenos eletrónicos nos pontos de recolha de empresas, escolas e do próprio IPO e destacaram a relevância desta iniciativa, referindo que a mobilização das pessoas e das empresas em torno desta ação reflete o reconhecimento do trabalho dos profissionais do Instituto.

 

Os PDA serão utilizados no projeto de implementação dos sistemas de segurança transfusional (BTrac) e organização do processo pré-analítico (LabTrac), que visam o reforço da segurança do doente durante as transfusões de componentes sanguíneos e colheita de amostras para análise.

«Com os PDA, faz-se a leitura da pulseira identificativa do doente, que é o ponto de partida para a confirmação positiva da aplicação da transfusão ou para a emissão de rótulos de exames analíticos previamente prescritos. Desta forma, tudo se passa à cabeceira do doente», explica Dialina Brilhante, Diretora do Serviço de Imunohemoterapia, área onde os projetos, transversais a todo o IPO, têm sido desenvolvidos, aumentando assim segurança dos doentes e dos profissionais.

 

Sobre esta parceria, Rosa Monforte, Diretora Geral da ERP Portugal, refere a satisfação com os resultados obtidos e afirma que desejam «continuar a apoiar o IPO e o trabalho desenvolvido pelos seus profissionais. Acreditamos que uma causa solidária é um ótimo incentivo para que os portugueses reciclem mais, especialmente conhecendo o espírito com que os nossos cidadãos abraçam e contribuem para causas nobres como esta. Esperamos, em 2021, superar os resultados obtidos e contribuir para a aquisição de outros bens necessários a este Instituto, que é tão essencial para tantas famílias portuguesas”.

 

Para continuar a participar na ação “Todos pelo IPO”, basta entregar os seus pequenos equipamentos elétricos e eletrónicos e pilhas em fim de vida nos mais de 5000 pontos de recolha da ERP Portugal, distribuídos por todo o país, incluindo também as instalações do próprio IPO (lista disponível aqui).

 

Cada entrega de pilhas usadas ou de pequenos elétricos e eletrónicos (comandos, lanternas, relógios, torradeiras, secadores de cabelo, ferros de engomar, computadores, impressoras, telemóveis, etc.) faz a diferença numa causa em que a saúde e o ambiente estão de mãos dadas.

 

Os resíduos recolhidos até ao final do ano de 2021 voltarão a ser «transformados» em mais um donativo a entregar ao IPO.

Utilizamos cookies para garantir que tem a melhor experiência no nosso site.

Se continuar a usar este site, assumiremos que está de acordo com a utilização de cookies