Voltar

24 de Setembro 2023

Dia de Sensibilização para o Cancro da Tiroide

Apesar de não ser um cancro muito frequente, esta doença afeta maioritariamente o sexo feminino.

A informação e a vigilância são fundamentais para o diagnóstico e tratamento da doença e o Dia da Sensibilização para o Cancro da Tiroide pretende alertar para isso mesmo. Os nódulos da tiroide são muito comuns, mas na sua maioria estão relacionados com situações benignas. Já os carcinomas, nódulos malignos da tiroide, ocorrem apenas em cerca de 7% da população, sendo o carcinoma papilar o mais frequente.

Apesar de não ser um cancro muito frequente, os dados mais recentes divulgados pela Globocan apontam para a identificação de cerca de meio milhão de novos casos em mulheres de todo o mundo. No nosso país foram diagnosticados 1698 casos, em 2020. Na maioria dos casos, o cancro da tiroide tem origem desconhecida. É uma doença que também pode ocorrer em famílias com mutações genéticas (que se transmitem de pais para filhos), por exposição a radiações ionizantes (por exemplo, após os acidentes nucleares como o de Chernobyl) ou após tratamentos com radiações a outros tumores.

O Serviço de Endocrinologia do IPO Lisboa é uma “referência nacional para o tratamento dos doentes com tumores agressivos da tiroide, na sua maioria referenciados por outros centros hospitalares. Seguimos os protocolos mais atuais nesta área e temos publicado a nossa experiência em revistas internacionais, realizando investigação básica e clínica com resultados inovadores”, frisa Valeriano Leite, diretor do Serviço de Endocrinologia do Instituto.