Voltar

29 de Dezembro 2020

COVID-19: IPO iniciou vacinação de profissionais

Primeiras vacinas foram administradas a profissionais que trabalham na prestação direta de cuidados, em serviços com maior risco de exposição ao SARS-CoV-2.

O Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa) começou hoje, 29 de dezembro, a vacinar os profissionais contra a COVID-19. Simão Pinto, enfermeiro no Serviço de Hematologia, Luís Banha, técnico superior de diagnóstico e terapêutica no Laboratório de Virologia, e Carolina Pereira, enfermeira da Unidade de Atendimento não Programado foram os primeiros a quem foi administrada a vacina COMIRNATY, aprovada para a prevenção da COVID-19 pela Autoridade Europeia do Medicamento no passado dia 21 de dezembro.

Os três trabalham na prestação direta de cuidados, em serviços com maior risco de exposição ao vírus SARS-CoV-2, o critério usado para identificar os primeiros 300 profissionais a vacinar, daqueles e de outros serviços, ainda esta semana. Até final de janeiro, e dependendo da quantidade de vacinas distribuídas aos hospitais, deverão ser vacinados os profissionais do IPO que prestem cuidados diretos e que desejem fazer a vacina.

Segundo Maria Ana Frazão, diretora do Serviço de Saúde Ocupacional, «a adesão dos profissionais do Instituto à vacinação tem sido muito boa e o facto de se quererem vacinar é muito importante e positivo.» Mas pela frente, acrescenta a especialista em medicina do trabalho, «temos ainda um longo caminho de responsabilidade, pois devemos manter todas as regras e cuidados que temos tido até aqui. Esperamos que dentro de alguns meses haja um equilíbrio e que as pessoas possam voltar à sua vida normal.»

No IPO Lisboa, em todas as fases do Plano de Vacinação contra a COVID-19, as vacinas recebidas são conservadas refrigeradas em câmara frigorífica, sendo depois preparadas e rotuladas pelo Serviço Farmacêutico.

De seguida, a administração é feita por enfermeiros, no Serviço de Saúde Ocupacional (SSO), onde foram montados seis postos de vacinação.

Desde o início da pandemia por COVID-19, o IPO Lisboa implementou um conjunto de medidas preventivas e de contenção da infeção que têm permitido garantir a prestação dos cuidados de saúde aos doentes oncológicos em condições de segurança e com o menor impacto possível no funcionamento do Instituto. A vacinação dos profissionais é mais um passo na mesma direção!

Para mais informação sobre a vacina contra a COVID-19, clique aqui.

Álbum de fotografias 

Utilizamos cookies para garantir que tem a melhor experiência no nosso site.

Se continuar a usar este site, assumiremos que está de acordo com a utilização de cookies