Voltar

22 de Setembro 2023

‘Carcinoma colorretal e lesões precursoras’ em debate

Este evento é dirigido a quem tem interesse na patologia do tubo digestivo baixo, nomeadamente, a doença inflamatória intestinal e o carcinoma colorretal.

A 28 de setembro, o anfiteatro do IPO Lisboa recebe mais um Encontro de Investigação subordinado ao tema ‘Carcinoma colorretal e lesões precursoras’ – o que é necessário saber e o que há de novo na perspetiva de um especialista em Patologia Gastrointestinal.  Com a duração de uma hora, a sessão arranca às 12h00.

 

A sessão de abertura está a cargo do médico José Cabeçadas, diretor do Centro de Investigação e do serviço de Anatomia Patológica do Instituto, e tem como orador convidado Cord Langner, patologista gastrointestinal da Medizinische Universität Graz, na Áustria. Atualmente, Langner exerce funções no Diagnostik & Forschungsinstitut für Pathologie Medizinische Universität Graz, sendo responsável pelo Centro de Treino Avançado em Patologia Gastrointestinal da Sociedade Europeia de Anatomia Patológica (ESP), no âmbito do qual recebe anualmente internos e recém-especialistas para estágios diferenciados. É ainda docente na Medizinische Universität Graz.

 

Com mais de 400 artigos científicos publicados, o especialista é fundador da European Network of Gastrointestinal Pathology (ENGIP), dinamiza frequentemente cursos de formação, e é presença assídua, como palestrante, nos principais congressos e conferências da área, de entre os quais se destacam o European Congress of Pathology e a UEG week.

 

Esta é uma conferência aberta a todos os interessados, contudo, mais direcionada a especialistas e internos de Anatomia Patológica, Gastrenterologia, Oncologia e investigadores.

 

A participação neste encontro é gratuita, mas inscrição de obrigatória até ao dia 27 de setembro.

 

O serviço de Anatomia Patológica do IPO Lisboa tem tido um papel de relevo no diagnóstico e investigação em oncologia a nível nacional ao longo dos anos. Presta serviços de diagnóstico anatomopatológico, baseado em citérios de excelência e vanguarda tecnológica e científica, aos serviços clínicos do Instituto e a outras instituições de saúde nacionais e estrangeiras. Também desenvolve variados projetos de investigação, integrados no projeto do Centro de Investigação do IPO Lisboa em articulação com o Banco de Tecidos e Tumores e participa em ensaios clínicos.