Voltar

Hematologia

Profª Doutora Maria Gomes da Silva

Diretora

Enfª Elsa Pedroso

Enfermeira chefe

Internamento

Pavilhão de Medicina, 1º andar

Consulta

217200442

ipo-hematologia-1200x559

Leucemias, linfomas e mielomas são os cancros do sangue mais comuns entre os mil novos doentes que o serviço recebe todos os anos e que acompanha desde o diagnóstico.

 

O tempo médio de espera para a primeira consulta é de 3,5 dias. O doente pode ser seguido em ambulatório ou com internamento, dependendo da patologia que apresenta e do tratamento que faz.

É neste serviço que se fazem mielogramas e biópsias ósseas, que auxiliam no diagnóstico e tratamento dos cancros do sangue e de doenças não oncológicas que pedem abordagens semelhantes.

 

Os diagnósticos e tratamentos são feitos através de uma abordagem multidisciplinar, em colaboração com as especialidades de Anatomia Patológica, Patologia Clínica, Laboratório de Hemato-Oncologia, Radiologia, Medicina Nuclear e Radioterapia.

Investigação

Privilegiamos o desenvolvimento de projetos de investigação clinica e translacional e participamos em múltiplos estudos epidemiológicos e ensaios clínicos de intervenção, de índole académica (cerca de 50%) e patrocinados por companhias farmacêuticas. Temos atualmente abertos 28 ensaios clínicos nas áreas de Linfomas, Mieloma Múltiplo, Leucemias Agudas e Síndromas Mielodisplásicos/neoplasias mieloproliferativas. Alguns dos nossos membros pertencem aos Steering Committees e Scientific Committes destes ensaios.

 

Trabalhamos em estreita cooperação com grupos cooperativos europeus académicos incluindo o European Leukemia Net, PETHEMA, Lymphoma Study Association (LYSA), European Mantle Cell Network (EMCN), International Extranodal Lymphoma Study Group (IELSG), European Waldenstrom’s Macroglobulinemia Consortium (EWMC), European Lymphoma Institute (ELI) e o Lymphoma Scientific Working Group da European Haematology Association (EHA-LyG).

Colaboramos com outras instituições portuguesas no estudo das diversas patologias hemato-oncológicas, no âmbito dos Grupos Portugueses de Mieloma Múltiplo, de Linfomas, de Leucemias Agudas e de Mielodisplasias.

 

Desenvolvemos projetos de investigação laboratorial e translacional em colaboração com a Unidade de Investigação de Patobiologia Molecular do IPO, com o Instituto de Medicina Molecular, com o Centro de Estudos de Doença Crónica, com o consórcio iNOVA4Health e com diversos outros grupos nacionais e internacionais.

 

Esta atividade reflete-se no número de apresentações por convite em reuniões científicas, cursos, congressos e simpósios nacionais e internacionais (alguns organizados por nós), nas comunicações e apresentações em congressos (142 nos últimos 5 anos) e nas publicações em revistas científicas com revisão por pares (71 nos últimos cinco anos).

Utilizamos cookies para garantir que tem a melhor experiência no nosso site.

Se continuar a usar este site, assumiremos que está de acordo com a utilização de cookies